.
Image

VELOCIDADE COMERCIAL DOS AUTOCARROS DA CARRIS (Novo conjunto de dados)

A velocidade comercial dos autocarros é um indicador importante para o planeamento dos seus percursos e da sua periodicidade, tendo impacto significativo na mobilidade urbana. Desta forma, é importante compreender a variação da velocidade comercial dos autocarros. Por sugestão da operadora, propõe-se a seguinte abordagem: a) Análise da velocidade comercial dos autocarros nas carreiras de duas carreiras específicas; b) Análise da velocidade comercial dos autocarros na zona da Avenida do Brasil (entre a Rotunda do Relógio e o Campo Grande). O período a analisar corresponde a uma semana típica (i.e. sem feriados, férias escolares ou eventos extremos), em outubro. 

Mais informação

Image

FATORES QUE INFLUENCIAM A VELOCIDADE COMERCIAL DOS AUTOCARROS DA CARRIS (Novo conjunto de dados)

Dada a importância de identificar causas para os eventos de baixa velocidade comercial dos autocarros e partindo do princípio de fatores como os dados meteorológicos e os congestionamentos de tráfego podem ser condicionantes da mesma, propõe-se a seguinte abordagem: a) Comparação da velocidade comercial de duas carreiras específicas numa semana típica e numa semana atípica; b)  Comparação da velocidade comercial das mesmas carreiras num dia com más condições meteorológicas, com os dias homólogos na semana anterior e na semana seguinte.  Mais informação

Image

IMPACTO DE EVENTOS NA VELOCIDADE COMERCIAL DOS AUTOCARROS DA CARRIS (Novo conjunto de dados)

É importante compreender a variação da velocidade comercial dos autocarros, perante eventos com afluência de elevado número de pessoas. Propõe-se a seguinte abordagem: a) Comparação da velocidade comercial em duas carreiras específicas, num dia de jogo de futebol no estádio da Luz, com os dias homólogos da semana anterior e seguinte; b) Comparação da velocidade comercial das carreiras que atravessam zonas em que ocorram eventos de duração mais prolongada com as semanas anteriores e posteriores ao evento. Sugere-se que a análise contemple dados dos condicionamentos e dos congestionamentos de tráfego. 

Mais informação

.
Image

IDENTIFICAÇÃO DE PADRÕES NA APLICAÇÃO "NA MINHA RUA" (Dados atualizados)

 A aplicação na "Na Minha Rua" permite ao munícipe participar problemas em espaço público que necessite da intervenção da CML ou das juntas de freguesia. A identificação de padrões e de potenciais causas nas reclamações por subsecção estatística permitirá saber onde e porque acontece em determinada zona. Apesar das ocorrências serem georeferenciadas, por razões do RGPD (Regulamento Geral de Proteção de Dados), tiveram que ser agrupadas por subsecção estatística do INE. Deste modo, todas as ocorrências de uma determinada subsecção estatística têm como coordenadas o centróide da mesma.

Mais informação

.
Image

INDICADORES DE TRÁFEGO (Dados atualizados)

A caracterização do tráfego no município, através de um indicador único global, um fator determinante para a correlação com outros domínios, quer de gestão como de administração. A par da caraterização do tráfego na cidade, é importante conhecer o estado das principais vias de entrada em Lisboa e das principais vias no interior da cidade. Desta forma, para além de permitir a perceção global do estado do tráfego na cidade, será possível contribuir para a promoção da mobilidade sustentável.

Mais informação

.
Image

IDENTIFICAÇÃO DE COBERTURAS VERDES DA CIDADE DE LISBOA

As coberturas verdes proporcionam benefícios económicos, ambientais e sociocomunitários, contribuem de forma passiva para a obtenção de ambientes confortáveis no interior dos edifícios. Este tipo de estruturas pode ser implementado em edifícios ou estruturas subterrâneas, reduzindo os consumos energéticos.  O desafio consiste em recorrer a tecnologias de reconhecimento de imagem com cruzamento de informação cartográfica para obter a identificação e georreferenciação das coberturas verdes e a medição da área ocupada por cada uma das coberturas verdes. 

Mais informação

Image

MOBILIDADE NA CIDADE COM BASE EM DADOS DE TELEMÓVEIS

Os serviços municipais necessitam de conhecer os movimentos pendulares nas horas de ponta da manhã e da tarde, de forma a gerir melhor a cidade. Este desafio pretende utilizar os dados referentes aos telemóveis que entram e se movimentam na cidade para . identificar os padrões de entrada e movimentação na cidade nas hora de ponta da manhã (7-10h) e da tarde (17-20h).

Mais informação

.
Image

MOVIMENTOS PENDULARES NAS PRINCIPAIS VIAS DE ACESSO À CIDADE

A caracterização do tráfego no município é algo fundamental para o planeamento da vida na cidade de Lisboa, nomeadamente no que se refere ao volume de pessoas que nela entram diariamente nas horas de ponta da manhã (7:00h-10:00h) e da tarde (17:00h-20:00h), o que gera congestionamentos nas principais vias de acesso. Para os 11 principais pontos de entrada e saída da cidade existem dados que nos permitem conhecer o número de dispositivos móveis que entram e saem por cada um desses pontos a cada período de 15 minutos. O desafio que se coloca é tentar caraterizar estes fluxos diários durante os dois períodos referidos e a sua relação com fatores como os calendários escolares e a pluviosidade.

Mais informação

.
Image

MOVIMENTAÇÃO DE PESSOAS NAS ZONAS DE DIVERSÃO NOTURNA

As áreas de diversão noturna com forte ocupação do espaço público têm um grande impacto na vida da cidade sendo que a sua gestão é importante no sentido de responder aos interesses dos diversos intervenientes, nomeadamente comerciantes, moradores e utilizadores. Desta forma, e recorrendo aos dados dos dispositivos móveis nacionais e em roaming, pretende-se conhecer a movimentação e permanência das pessoas entre as zonas de diversão noturna da cidade de Lisboa, bem como conhecer os efeitos destes movimentos de pessoas no ambiente sonoro exterior no período noturno.

Mais informação